sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Inconsequência



Logo na primeira hora que te conheci , o alarme indicou: Corre que é problema!
Consegui me manter ileso ate a quarta seguinte, quando pensei que estava tudo sob controle, me deixei levar pela sua voz suave, suas docês palavras e seus olhinhos de jabuticaba.
Dei lugar para aquilo que brotou em mim desde o primeiro instante que te vi crescer, e agora que você se foi sem ao menos uma explicação. O que eu faço com tudo isso dentro de mim??